Órgão de natureza executiva, que implementa as ações oriundas das deliberações do Conselho Escolar. É composta por diretor e vice-diretor. Propõe ações e organiza a Escola no âmbito administrativo, escolhe os coordenadores de cada setor e gerencia a execução dos trabalhos. É legitimada através de processo eleitoral (eleição direta ou aclamação em caso de chapa única - diretor, vice e coordenador de ensino). Atualmente, estão à frente da Direção da EMUFPA os professores Adalberto Teixeira (diretor) e Carlos Pires (vice-diretor), eleitos para o biênio 2017-2018. 

Seguem as atribuições da Direção, a partir do Regimento Geral da UFPA:

Art. 88 Os Institutos serão dirigidos por um Diretor-Geral e por um Diretor-Adjunto, eleitos dentre os docentes efetivos que os compõem, conforme a legislação vigente, o disposto no Estatuto, neste Regimento Geral, nos respectivos Regimentos Internos e em resoluções específicas.
Art. 89. Os Núcleos serão dirigidos por um Diretor-Geral e por um Diretor-Adjunto, eleitos dentre os docentes efetivos que os compõem, conforme a legislação vigente, o disposto no Estatuto, neste Regimento Geral, nos respectivos Regimentos Internos e em resoluções específicas.
Art. 90. Compete ao Diretor-Geral supervisionar as atividades acadêmicas e dirigir os serviços administrativos, financeiros, patrimoniais e de recursos humanos da Unidade Acadêmica.
Art. 91. Compete ao Diretor-Adjunto substituir o Diretor-Geral em suas faltas e impedimentos, colaborar com este na supervisão das atividades didático-científicas e administrativas da Unidade Acadêmica e desempenhar as funções que lhe forem delegadas pelo titular ou determinadas pela Congregação da Unidade Acadêmica.
Parágrafo único. O Diretor-Adjunto será substituído, em suas faltas ou impedimentos eventuais, pelo Decano da Congregação da Unidade Acadêmica.
Art. 92. Os Institutos e os Núcleos reunirão tantas Subunidades quanto necessário, conforme definido em Regimento Interno, congregando os respectivos professores
segundo as suas especializações, para objetivos comuns de ensino, pesquisa e extensão.
Art. 93. As atividades de coordenação e acompanhamento do processo de planejamento e avaliação, no âmbito dos Institutos e dos Núcleos, serão exercidas de acordo com orientações e normas emanadas dos órgãos superiores.
Art. 94. A Escola de Aplicação terá um Diretor-Geral e um Diretor-Adjunto, eleitos dentre os docentes efetivos que a compõem, conforme a legislação vigente, o Estatuto, este Regimento Geral e resoluções específicas.
Art. 95. As Unidades Hospitalares serão administradas por Diretores-Gerais e Diretores-Adjuntos, nomeados pelo Reitor, e seu funcionamento será previsto em regimento próprio, obedecendo às normas peculiares, de acordo com a legislação em vigor.
Art. 96. Compete ao Diretor-Geral da Escola de Aplicação e dos Hospitais Universitários supervisionar as atividades acadêmicas e dirigir os serviços assistenciais, administrativos, financeiros, patrimoniais e de recursos humanos da Unidade Acadêmica Especial, além de outras previstas nos respectivos Regimentos Internos, aprovados pelo CONSUN.
Art. 97. Compete ao Diretor-Adjunto da Escola de Aplicação e dos Hospitais Universitários substituir o Diretor-Geral em suas faltas e impedimentos, colaborar com este na supervisão das atividades acadêmicas, assistenciais e administrativas da Unidade Acadêmica Especial e desempenhar as funções que lhe forem delegadas pelo titular.
Art. 98. As atividades de coordenação e acompanhamento do processo de planejamento e avaliação, no âmbito da Escola de Aplicação e dos Hospitais Universitários, serão exercidas de acordo com orientações e normas emanadas dos órgãos superiores.
...
Art. 106. Compete ao Diretor ou Coordenador de cada Subunidade, além de outras funções inerentes à sua condição, coordenar as atividades acadêmicas e dirigir os serviços administrativos, financeiros, patrimoniais e de recursos humanos pertinentes.
Art. 107. Compete ao Vice-Diretor e Vice-Coordenador de cada Subunidade substituir o Diretor e o Coordenador, respectivamente, em suas faltas e impedimentos, colaborar com estes na coordenação das atividades acadêmicas e administrativas e desempenhar as funções que lhes forem delegadas pelo titular ou determinadas pelo colegiado da Subunidade.

SECRETARIA EXECUTIVA

 

A Secretaria Executiva é o órgão interno de assessoramento e execução de atribuições e diretrizes administrativas e de assessoria imediata à Direção, sendo regulamentada pela Resolução Nº 14/2016 - EMUFPA (anexa). Para tal, exerce as seguintes competências:

  • Planejar, organizar, monitorar e avaliar os serviços e processos de secretaria e de suas divisões;
  • Coordenar o arquivo e documentação administrativa corrente física e eletrônica;
  • Organizar e assessorar as reuniões do Conselho Escolar e demais eventos correlatos;
  • Gerenciar informações administrativas necessárias ao desenvolvimento das atividades da Escola;
  • Organizar e acompanhar a agenda da Direção;
  • Elaborar e apresentar planos e relatórios anuais das ações desenvolvidas pela Secretaria;
  • Realizar estudos referentes à racionalização e melhorias nos processos de sua competência;
  • Assessorar a Direção em coleta de dados e informações e em encaminhamentos administrativos, necessários à continuidade dos serviços e à tomada de decisões;
  • Providenciar o encaminhamento de expedientes ou adotar medidas urgentes a fim de garantir a continuidade dos serviços.

Também está sendo estruturada a Divisão de Protocolo e Atendimento ao Público, integrada à Secretaria, com as seguintes competências:

 
  • Receber, cadastrar e encaminhar processos e correspondências;
  • Acompanhar e informar sobre a tramitação dos documentos e processos de interesse da Escola;
  • Propor e executar ações que visem à melhoria do serviço prestado;
  • Direcionar o atendimento ao público, com as orientações necessárias aos públicos internos e externos;
  • Exercer outras atividades, compatíveis com suas atribuições, que assegurem o eficaz desempenho da função.

 

A equipe é composta pelas seguintes pessoas:

  • Raul Vitor Oliveira Paes - secretário executivo;
  • Adriano Diego Bentes Macedo - bolsista (manhã);
  • Eduardo Martins Monteiro - bolsista (tarde).

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 09h00 às 13h00 e 14h00 às 18h00.

CONTATOS: 3242-6833 / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ufpa

 

ESCOLA DE MÚSICA DA UFPA

End. Av. Conselheiro Furtado, 2007
E-mail. emufpa@ufpa.br
Tel. +55 (91) 3242-6233